Quando usar uma impressora de não fiscal?

A Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e) está sendo implantada em todo o Brasil de acordo com o calendário da Secretaria da Fazenda de cada Estado. Aos poucos, as empresas que faturam até R$120.000 por ano podem registrar suas transações comerciais em uma impressora não fiscal. Acima desse valor, todas são obrigadas a ter uma impressora fiscal no estabelecimento. As empresas que se enquadram nessas condições estão optando por impressoras não fiscais não só para emissão da NFC-e, mas para impressão de senhas, ordens de serviços e recibos, por exemplo. A NFC-e tornou a abertura e expansão de negócios mais fácil, através de um equipamento versátil, que pode ser aproveitado para outros fins dentro da operação.

Entenda melhor sobre o projeto assistindo ao vídeo abaixo: O calendário de implantação da NFC-e varia de acordo com cada Estado, assim como algumas regulamentações. No Estado de São Paulo, a Secretaria da Fazenda Estadual tornou obrigatório o uso de outro equipamento, o SAT, que autentica e transmite as informações das operações de venda.

Consulte a Secretaria da Fazenda de seu Estado para saber se existe alguma regra específica.

 

 

Qual a melhor impressora de cupom não fiscal?

As impressoras de cupom não fiscal, também chamadas de impressoras de NFC-e, são versáteis, produzidas por muitas marcas e com diversos modelos diferentes. A maioria dos modelos está disponível com interface serial, paralela ou USB, alguns modelos possuem até mais de uma saída. O preço dos modelos varia muito, chegando a até R$1.500 reais, e para fazer um investimento correto é preciso entender a realidade da sua empresa. Saber para que será utilizada a impressora, qual o ambiente ela irá operar, qual a velocidade ou quantos cupons ela precisa emitir por dia, é fundamental para fazer uma boa compra. Vamos falar sobre as principais diferenças entre as impressora de NFC-e, mas, em caso de dúvidas, não hesite em entrar em contato com nossa equipe para ajudar na escolha do equipamento ideal para sua empresa.

Impressoras de Baixa Performance

São os modelos indicados para operações com baixo fluxo de impressão, como mercearias, açougues, lojas de shopping e pequenos estacionamentos. Para locais muito barulhentos, é possível instalar um “buzzer”, uma buzina que toca quando um cupom é impresso, ótimo para emissão de ordens de serviço em uma cozinha.

Principais modelos de baixa performance

Impressoras de Alta Performance

Catracas de estacionamentos, supermercados, bilheterias de cinema precisam de equipamentos capazes de atender a uma alta demanda de impressão. Nesses casos as impressoras de alta performance, são recomendadas, que também podem ser equipadas com acessórios para aumentar a agilidade da operação.

Principais modelos de alta performance

Impressoras com Autenticação

Em operações que autenticam pagamentos, as impressoras de NFC-e precisam de uma cabeça de impressão matricial para enviar o comando de impressão do código de autenticação. O software dessa cabeça deve estar homologado com a impressora para que essa opção funcione.

Principal modelo de impressora com autenticador

  • Diebold IM453

Impressoras com Botão de Senha

Bancos, clínicas, correios, enfim, todas as operações que imprimem senhas de atendimento, podem utilizar impressoras não fiscais com botão para impressão, que também necessita de homologação para funcionar corretamente.

Principal modelo

  • Daruma DR700
Acesse a página de impressoras não fiscais e escolha seu modelo. A Automatech possui uma equipe especializada em automação, entre em contato para que possamos auxiliar na escolha dos melhores equipamentos para o seu negócio.
Category_artigos