SAT ou ECF: o que devo escolher?

O mês de Junho é um mês importante para o varejo no estado de São Paulo. Em Junho teremos a transição da impressora de cupom fiscal (ECF) para o SAT, equipamento que, conectado a uma impressora não fiscal, fará a comunicação automática com o FISCO, transmitindo as vendas automaticamente.

Para quem não sabe, a entrada do SAT significa a substituição de uma tecnologia que prevaleceu por duas décadas, sofrendo sim algumas melhorias, mas que já estava mais do que consolidada, que era a impressora fiscal. A partir de 01/07 qualquer varejista que quiser colocar um novo PDV terá que optar pelo SAT. Entretanto, máquinas lacradas até 30/06 poderão funcionar por até 05 anos.

É neste ponto que vamos trabalhar neste Post. Supondo que você é um varejista com uma máquina com 2 anos de uso. Minha recomendação: fique com ela. Você tem 3 anos para esperar o SAT, observar se ele vai funcionar de forma íntegra e, depois, fazer a migração com calma. Agora, se você tem uma máquina ou um parque de máquinas com mais de 04 anos de uso ou se você vai começar um negócio agora sei que você está na dúvida: o que fazer? É difícil aconselhar alguém neste cenário transitório pois todos sabemos que este tipo de mudança no brasil não costuma ser bem conduzido.

Então não tome sua decisão baseado em “você ME GARANTE que vai dar certo”, pois a chance de dar um monte de problemas é grande. Logo, sua decisão deve ser tomada em uma análise interna SUA de qual o tipo de desgaste que você está preparado para ter. Se você não quer ter problemas, quer dormir tranquilo e continuar por um bom tempo tendo que fazer redução Z, imprimindo as leituras, levando isso para a matriz e enviando para seu contador e depois transmitir todos os arquivos de venda para o FISCO no final do mês, beleza, sua decisão está tomada: vai de ECF.

Agora, se você entende que este processo é arcaico, toma tempo e gera um monte de erros e você quer experimentar uma nova tecnologia mesmo sabendo que haverão problemas, vai de SAT. Claro: NÃO ESQUEÇA NUNCA de confirmar com sua software-house qual o(s) SAT(s) que ela homologou, para comprar certo. Existem várias opções já homologadas como Dimep, Tanca, Gertec, Urano e Sweda e mais 04 ou 05 para homologar nos próximos dias.

E claro: se você tem mais de uma loja nessa situação, balanceie: pegue lojas com menos movimento e vai de SAT e lojas com maior fluxo de pessoas e vai de ECF. Neste caso o cenário é baseado em experimentar e não perder vendas.

Category_artigos